A Casa das Máquinas está em reforma!

Não é a primeira de sua história, portanto não será mais esta mudança que irá interromper os planos da banda.

O fato é que a saída dos músicos João Luiz, Marcelo Schevano e Fabio Cesar foi uma decisão de comum acordo entre todos os integrantes do grupo. Isso porque as datas de projetos paralelos deles estavam batendo com os compromissos da Casa das Máquinas. Após uma reunião onde todos tiveram a oportunidade de expressar suas opiniões, chegou-se ao consenso de que o melhor era que os três deixassem o grupo.

Mas isto não significa o fim da Casa das Máquinas. A banda continua, com uma nova formação. Além dos remanescentes Mário Testoni Jr (teclado) e Marinho Thomaz (bateria), o grupo vai contar com uma lenda do baixo. É o músico Geraldo Vieira, que já tocou com Terreno Baldio, Raul Seixas, Arrigo Barnabé e Tutti Frutti.

Já na guitarra quem assume é Cadu Moreira, que já havia tocado com a Casa das Máquinas em algumas ocasiões, como substituto de Marcelo Schevano. O músico também já tocou com Kiko Loureiro, Maurício Fernandes e André Nieri.

O mistério agora é saber quem será o novo vocalista da banda. Uma seleção já começou e em breve o novo integrante será anunciado.

Além de continuar na ativa, Casa das Máquinas vai manter os planos de lançar seu novo álbum ainda este ano. Algumas músicas que estavam em processo de concepção terão que ser abortadas, outras já estão prontas e serão mantidas e novas canções serão criadas para o disco.

E neste momento de mudanças e renovação, a Casa das Máquinas faz um agradecimento especial aos músicos João Luiz, Marcelo Schevano e Fabio Cesar, pois no período em que foram integrantes ajudaram a somar várias conquistas. Muito obrigado amigos!

Obrigado também aos fãs que nos acompanham e às pessoas que estão mandado inúmeras mensagens de apoio. Não se preocupem, a Casa está em reforma, mas as Máquinas não vão parar.

%d blogueiros gostam disto: