Pitty estreia nova tour “Matriz” em São Paulo

Texto e Fotos: Tamira Ferreira

Após quatro anos de seu último álbum “Sete Vidas”, a cantora Pitty volta para mostrar sua nova face com a turnê intitulada “Matriz”.

Essa fase da baiana se mostra completamente diferente da anterior. Hoje Pitty é mãe e está cada vez mais focada em seu lado feminista, o que é visível nas canções lançadas recentemente pela cantora. E o show do dia 21 de setembro vem para mostrar tudo isso.

O espaço escolhido para o início da turnê foi a casa de show Áudio Club que se localiza na Barra Funda. A previsão de abertura dos portões eram as 22h e muitos fãs já se encontravam na fila esperando para entrar.

Um fato que vale ser ressaltado é que o show vendeu todos os ingressos, o que é muito significativo para um artista. A Pitty tem uma fanbase sólida e fiel desde o seu primeiro álbum e eles não deixaram a desejar durante o show.

Por volta das 23h, a cantora Tássia Reis que participa da canção “Contramão” de Pitty junto com Emmily Barreto do “Far From Alaska”, entra ao palco e é muito bem recebida pelos fãs.

Após o show de Tássia, as cortinas se fecham e começam os preparos para o show principal. Quando elas se abrem, um belo cenário com o desenho de uma mulher aparece ao fundo. Aos poucos os músicos entram e por último, Pitty.

Casa lotada e todos muitos animados cantavam os hits da cantora ““Admirável Chip Novo”, “Anacrônico”, “Setevidas”, “Memórias”, “I Wanna Be” e o mais recente single “Te Conecta”.

Quando a introdução de “Na Sua Estante” começou, os fãs saíram na frente e começaram a cantar a música. Admirada, Pitty observava os fãs e recomeçou a música para cantar junto com eles. Em seguida veio “Um Leão”, música do álbum “Sete Vidas”.

Enquanto os músicos sentavam e se arrumavam em volta de Pitty, a cantora disse que muitas de suas canções foram compostas em seu quarto e começou a tocar com o mesmo violão que, segundo ela, foi usado para as composições. Foram tocadas em versões acústicas “Teto de Vidro“, “Temporal”, “Metamorfose Ambulante” de Raul Seixas e “Dançando”, música de seu projeto com Martin chamado “Agridoce”.

O show estava apenas na metade quando Pitty anuncia que músicas inéditas serão tocadas durante a turnê e para São Paulo foi escolhida a “Controle Remoto”. Para cantar “Contramão”, Pitty chamou Tássia Reis de volta para o palco. Como participação também teve o rapper Emicida na canção “Hoje Cedo”. Antes disso, “Me Adora” havia sido performado pela banda.

Para “Máscara”, Tássia e Emicida voltam para o palco e cantam alguns versos de rap.

“Equalize”, “Desconstruindo Amélia” e “Serpente” fecharam a noite que, com certeza, foi muito especial para fãs e banda.

%d blogueiros gostam disto: