Sepultura cada vez melhor.

CULTURA: SÃO PAULO,SP, 14.04.2018 - SEPULTURA - SESC SANTOS - Sepultura durante apresentação no SESC em Santos/SP, neste sabado, 14. (Foto: Flavio Hopp / Rock'n'Louder)

Texto: Joyce Tiago
Fotos: Flávio Hopp

Noite de sábado, 14 de abril, e o ginásio do Sesc de Santos recebia os caras do Sepultura apresentando seu mais novo álbum: Machine Messiah – o 14º disco de estúdio e gravado por Jens Bogren.

O local foi enchendo aos poucos, e antes de começar o show já contava com umas mil pessoas para prestigiar esta grande banda, uma das maiores referências brasileiras em heavy metal no mundo.

Às 20h30 começavam os trabalhos. Derrick Green fez questão de cumprimentar a galera em português e arriscar algumas palavras no idioma ao longo do show, tudo para manter a interação com o público em uma apresentação impecável, do começo ao fim.

De entrada, escolheram o trio de peso: I Am The Enemy, Phantom Self e Kairos.

A empolgação foi tomando conta dos fãs, que agitavam e gritavam em coro pelo nome da banda seguindo com Desperate Cry, Sworn Oath e Resistant Parasites, esta com uma batida ainda mais envolvente e cheia de arranjos, vale a pena conferir.

Andreas pedia algumas vezes para a galera ficar à vontade e abrir a roda. Mas parece que os fãs estavam de olhos tão grudados no show que poucos se arriscaram.

E os pratos principais continuavam bem servidos: Against, Choke, Boycot, Machine Messiah, Iceberg Dances, Inner Self, Refuse/Resist e Ariiiiiiiiise.

Breve pausa para a sobremesa. E lá que vieram Slave New World, Ratamahata e Roots.

Cardápio completo e consistente, com 1h30 de duração e gosto de quero mais, a um preço simbólico de 30 reais – que só uma banda que se garante e respeita seus fãs é capaz de proporcionar.

Adoramos vocês aqui em Santos Sepultura. Um brinde ao seu metal bem arranjado, criativo e envolvente.

A harmonização da experiência e maturidade servindo cada vez mais e melhor.

 

%d blogueiros gostam disto: