H2O volta ao Brasil com tour de 10 anos do clássico álbum ‘Nothing to Prove’

Todd Morse, também do Offspring, se reúne à lendária banda de hardcore para a comemoração
Quando foi lançado, em 2008, ‘Nothing to Prove’ marcou o retorno definitivo dos nova- iorquinos do H2O à elite do hardcore. Como um divisor de águas na carreira da banda, formada no início da década de 1990 pelo ex-roadie do Sick of it All, Toby Morse, o álbum trouxe de volta a pegada de seus primeiros 3 discos (H2O, 1996; Thicker Than Water, 1997 e F.T.T.W, 1999), considerados clássicos irrepreensíveis pelos amantes do gênero, após dois lançamentos considerados medianos.
A ‘Nothing to Prove 10th Anniversary Tour’, trazida à América do Sul pela Powerline, tem oito datas e acontece em quatro países, a partir de 22 de setembro. O giro passa pela Colômbia, com dois shows, Argentina e Chile, e chega ao Brasil dia 27/9. O primeiro compromisso do H20 em terras brasileiras é no Rio de Janeiro (Teatro Odisseia), segue para Curitiba (28/9, no Basament Cultural), São Paulo (29/9, no Fabrique Club) e termina em  Porto Alegre (30/9, no bar Preto Zé).
A banda reúne sua formação clássica para esta turnê comemorativa nos Trópicos, onde o H20 é sempre recepcionado calorosamente e constantemente sugerida pelos fãs para retornar ao país. Todd Morse, também guitarrista do Offspringe que compôs, gravou e tocou junto à atriz Juliette Lewis na banda Juliette and the Licks, está confirmado para vir ao lado do irmão Toby Morse (vocalista), Adam Blake (ex-Shelter, baixo), Todd Friend (bateria) e Rusty Pistachio (guitarra, vocais).
Como sugere, as 10 faixas icônicas de ‘Nothing to Prove’ serão tocadas nesta nova turnê, dois anos após o avassalara passagem pelo Brasil para divulgar o álbum ‘Use your Voice’. ‘Unconditional’, ‘Nothing to Prove’, ‘What Happened’ e
‘Still Here’, do álbum clássico, dividirão o set com mais petardos do H20, como ‘Guilty by Association’, ‘Black Sheep’, ‘Skate!’, ‘Faster than the World’, ‘5 Year Plan’, entre outras.
‘Nothing to Prove’, produzido por Chad Gilbert (guitarrista/vocalista fundador do New Found Glory), é a síntese do hardcore e a síntese do próprio H20 com canções melódicas, refrões altamente viciantes e letras que exaltam o estilo de vida e fazem críticas sociais. Com energia intensa do começo ao fim, o álbum tem a pujança ideológica de um Minor Threat, a agressividade de um Agnostic Front, a explosão de um Madball e o peso direto e reto de um Sick of it All.
Um disco clássico de uma banda lendária, cuja relevância é eterna, de geração a geração. De fato, o H20 não tem mais nada a provar.
Powerline - H2o 2018
%d blogueiros gostam disto: