Kadavar: Que pedrada foi esta?

Kadavar vem ao Brasil e mostra para o público paulista que o stoner rock está mais forte do que nunca e que veio acompanhado.

Por Marcos Franke

Fotos: Flávio Santiago

A nossa cena underground do rock n roll está se fortalecendo. Isto está simples de constatar. Com os representantes brasileiros abrindo para os alemães do Kadavar, percebe-se com Disaster Cities e Grindhouse Hotel que é absurda a qualidade sonora e de bom gosto a qual deparamos neste sábado. Apesar de soarem bem diferentes, as bandas de abertura beberam da mesma fonte, o Cathedral. Desculpe Black Sabbath – vocês são os pais e toda aquela coisa, mas foi o Cathedral que englobou todos os outros estilos possíveis em sua música e tornou-se no stoner rock que conhecemos hoje. Disaster Cities já tem clássicos como a já pesadíssima ‘Mice and Trashcans’ e a bem direta ‘Right Next to You’ – ambas lançadas no primeiro registro da banda abraçado pelo selo Abraxas, o Lowa (2018). Citar a cadenciada ‘Death Blues’ e a grande homenagem ao grunge com ‘Blow’, mostra a diversidade musical que a banda possui. Impressionante.

Grindhouse Hotel então se mostrou uma banda mais direta com os vocais rasgados de Leandro Carbonato, que também foi responsável pelos riffs de guitarra, juntamente com Luiz Natel. A banda se completa com Roger Marx (baixo) e Gustavo Cardoso (bateria), que entregaram um trabalho rítmico de primeira. A viagem para a música ‘Red Pill’ foi simplesmente arrebatadora e o peso misturado ao stoner me lembrou muitas vezes o grandioso Corrosion of Conformity.

A grande atração da noite, o Kadavar, mostrou a que veio. Promovendo seu mais recente álbum Rough Times, a banda alemã está passando por uma fase incrível. A performance de Christoph “Tiger” Bartelt é contagiante, mesmo sentando atrás da bateria. Com “Are you ready for the Doomsday Machine”? Christoph “Lupus” Lindemann apresentou a segunda faixa da noite, um clássico do segundo álbum Abra Kadavar (2013), inédito no Brasil. Com ‘Pale Blue Eyes’, o tímido baixista Simon “Dragon” Bouteloup se entregou ao público brasileiro e agitou como nunca no palco da Fabrique Club. Era incrível testemunhar a química do trio naquele palco. Tudo fluía naturalmente, até as pirações na guitarra de Lupus.

O peso absurdo de ‘Into the Wormhole’, fez o baixo de Dragon vibrar até a água dentro de meu corpo. Que sensação incrível – uma das melhores faixas do álbum novo Rough Times (2017). Mas foi em ‘Die Baby Die’ que o Kadavar fez o público cantar – um dos refrões mais memoráveis de sua ainda curta carreira. Com ‘Living In Your Head’, do álbum Kadavar, retirada do primeiro álbum da banda, o trio mostrou forte influência do rock dos anos 60 e 70. A naturalidade do guitarrista Lupus para expressar as letras impressionava em todas músicas. Os solos saíam com uma naturalidade ímpar. Mas foi em ‘The Old Man’ que a influência de Black Sabbath mostrou sua cara – o público cantou o riff da guitarra a música inteira. A cara de satisfação dos músicos era simplesmente impagável, já que a casa estava cheia.

Mas os clássicos não paravam como a dobradinha ‘Black Sun’/’Forgotten Past’ – ambas do primeiro álbum da banda. Para mim no entanto o grande momento do show foi  a execução de uma das canções mais inusitadas da banda, a grandiosa ‘Thousand Miles Away from Home’ – a variação inusitada de riffs fazem desta uma das composições mais incríveis do Kadavar. A viagem preparada para ‘All Our Thoughts’ foi simplesmente a parte mais impactante da noite – que show! A banda encerrou seu show com ‘Come Back Life’, de seu segundo álbum Abra Kadavar (2013) deixando seu público em êxtase. O show terminou e eu estava ali pensando que trem foi aquele que passou por cima de mim. Que pedrada foi aquela? No momento, este é o sério candidato para show do ano. Parabéns para Abraxas por confiar nas bandas nacionais e claro, por trazer o grandioso Kadavar de volta ao Brasil. Bravo!

SETLISTS

Disaster Cities

The Rats Testimony

Brave New Heart

Right Next to You

Heart Broken Robot

Death Blues

Blow

Mice and Trashcans

Search and Destroy (The Stooges cover)

Grindhouse Hotel

Burn Like Fire

T.I.T.I.

Centaurus

Liquid Brain

Cleanliness

Desert of Affliction

Throw it Out

Red Pill

You Stink Motherfucker

Kadavar

Skeleton Blues

Doomsday Machine

Pale Blue Eyes

Into the Wormhole

Die Baby Die

Living In Your Head

The Old Man

Black Sun

Forgotten Past

Purple Sage

Thousand Miles Away From Home

All Our Thoughts

Come Back Life

40622080131_4ca388e90c_k39911749404_478e6ceef7_k26750655978_304f0ffcc3_k

%d blogueiros gostam disto: