For All We Know: O público sul-americano é o que nos move!

For All We Know lança seu segundo álbum e sonha com shows na América do Sul

Após lançar o primeiro álbum como projeto solo, Ruud Jolie, guitarrista do Within Temptation, decidiu fazer deste projeto uma banda de verdade e contratou o vocalista Wudstik para dar voz definitiva ao seu projeto. Com ajuda dos fãs através de crowdfunding (ou financiamento pela multidão, em tradução literal), Ruud Jolie juntou um valor estimado em 12.849 euros que superou 143% do objetivo da campanha feita através do site Indiegogo. O resultado é Take Me Home, um álbum que certamente agradará fãs de bandas como Flying Colors, Haken e Steve Wilson. Conversei com o guitarrista que me contou mais sobre o projeto, como Anneke van Giersbergen foi parar no álbum e suas expectativas para a divulgação do álbum Take Me Home que em breve será lançado no Brasil pela Hellion Records. Confira!

por Marcos Franke

Você é o grande mentor por trás do projeto, mas For All We Know é mais uma banda que um projeto solo. Como surgiu a ideia em criar uma nova banda?

Eu sou membro do Within Temptation desde 2001 e eu gravei alguns álbuns muito bons com eles. Mas o que eu queria de verdade, era ter um álbum em minhas mãos que era totalmente meu. Isso não quer dizer que ninguém poderia dar ideias ou algo assim, mas queria que fosse algo, que no final fosse algo que eu havia imaginado.

A música do For All We Know tem uma orientação mais progressiva. Este tipo de estilo foi sempre uma de suas influências?

Eu amo todo o tipo de música. Eu cresci ouvindo The Beatles e música Country. Quando eu tinha 12 anos descobri o Iron Maiden e a partir daquele momento eu mergulhei no Metal. Quando tinha 18 anos eu comecei meus estudos num conservatório onde eu toquei muito jazz.

Você inclusive escolheu músicos e ex-músicos de bandas famosas bandas do estilo como Pain of Salvation e Cloudmachine. Como vocês se conheceram?

Foi no conservatório de música que eu conheci Marco Kuypers, que toca os teclados. Conheci Kristoffer (baixista) num show do Pain of Salvation em Amsterdã. Léo Margarit (bateria) eu conheci numa Feira de Instrumentos em Frankfurt (Alemanha) chamada Frankfurter Messe. Eu dava aulas para Thijs Schrijnemakers (órgão) e encontrei o vocalista Wudstik no MySpace quando li que ele gravou algumas coisas com o Ayreon.

O mais estranho é que apenas conheci seu trabalho com o For All We Know com o álbum Take Me Home. Há um registro anterior a ele que possui o nome da banda e teve um feedback muito bom da imprensa e de crítica. Como está sendo a reação do público para este novo álbum?

Está sendo muito, muito, muito boa. Estou muito feliz com isto. Claro, que o álbum foi lançado de forma independente, então é muito difícil ter esta exposição Mundial – mas não tenho o que reclamar.

Wudstik, o responsável pelos vocais na banda, possui uma voz muito peculiar quando comparado a outras bandas de rock progressivo. Como foi escolher ele para ser a voz que representa a sua música?

É exatamente o que gosto sobre ele. Ele não tem aquela voz típica de rock, mesmo ela sendo tão absurdamente versátil. Ele pode fazer quase tudo com o seu alcance vocal, que é excepcional. Ele até vez uns guturais neste novo álbum.

Anneke fez uma parte dos vocais para a faixa ‘We Are The Light’. Como foi ter ela como uma voz adicional em sua música?

Eu gosto muito, mas muito de Anneke como pessoa e como músico. Eu trabalhei com ela muito estes anos; com Within Temptation, eu também fiz parte de sua banda solo em 2010, ela trabalhou comigo com o Maiden uniteD (meu tributo acústico para o Iron Maiden) e até fiz alguns shows com o The Gentle Storm ano passado. Durante as gravações desta faixa, Wudstik parou no meio da frase e disse; “Você sabe quem soaria muito bem comigo nesta faixa?” Bom, você sabe quem ele quis dizer J

Eu acho sempre incrível ter ela participando de tantos estilos diferentes de música. Como foi a sua impressão da experiência dela nesta faixa com este estilo de música?

Eu gravei estas faixas na casa dela no estúdio e ela é tão absurdamente musical. Não demorou muito para que o resultado ficasse ótimo, acho.

Você também é guitarrista do Within Temptation. Como você lida com uma agenda tão curta, tendo ambas as bandas para cuidar?

Bom, é difícil as vezes. Por isso há um espaço de seis anos entre os dois álbuns (risos).

Não é difícil demais para você ensaiar com o For All We Know enquanto você está em turnê com o Within Temptation?

Bom, quando estou ocupado com o Within Temptation, For All We Know fica mais parado. Eu tenho dificuldade em focar em duas coisas ao mesmo tempo. Mas, é o que faz a vida interessante.

Within Temptation não lança material novo desde 2014. Vocês tem planos em lançar algo novo? Quais são os planos agora para o Within Temptation?

Nós estamos trabalhando em material novo.

Você tem planos para fazer turnês com o For All We Know?

Sim. Em Março de 2018 vamos fazer três shows aqui na Holanda. No dia 15 de Março estaremos em De Giant na cidade de Apeldoorn, dia 16 de Março tocaremos no 013 em minha cidade natal Tilburg e no dia 17 de Março tocaremos no De Boerferij em Zoetermeer. Depois disto, vamos ver o que vai acontecer.

Brasil e toda a América do Sul está ansiosa em ver vocês por aqui. Faz um tempo que vocês não fazem uma turnê para estes lados. Quais são suas melhores memórias daqui?

Você sabe que América do Sul é muito difícil por causa do calendário de viagens. Não tem muito tempo para dormir, os voos são muito cedo e coisas deste tipo. MAS, é o público que nos move. É o público que mais me dá energia como músico.

Muito obrigado por esta entrevista e deixe sua mensagem para os fãs.

Eu espero mesmo estar de volta ao seu incrível país. Seja com o Within Temptation ou algum dia com o For All We Know. Vocês sabem como aproveitar e viver música e eu sou muito agradecido por isto!

 

Redes Sociais For All We Know

Site: http://www.forallweknow.net/

Facebook: https://www.facebook.com/forallweknowmusic/

Instagram: https://www.instagram.com/forallweknowband/?hl=pt-br

Twitter: https://twitter.com/_forallweknow

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: